10 Tendências de Social Media Para 2017

O último dia do mês pareceu-me indicado para ainda falar em tendências deste ano. Claro que o ano muda e as mudanças não são logo notórias, e muitas marcas esperam um pouco até o mercado começar a mexer novamente. Este ano tive o prazer de ter ido ao Web Summit (podem ver os posts aqui), e muito do que lá se falou era tendência e coisas que já andávamos a falar por Portugal às marcas. O que chegou a ser positivo, porque mostra que até estamos num bom caminho … Por lá falou-se do vídeo, de conteúdo, tecnologia, storytelling, mas claro de Social Media e próximos passos.

Depois do que ouvi e ler alguns artigos, que resumiam quase todos o mesmo sobre as tendências para este ano de Social Media, houve alguns pontos que me saltaram à vista, porque ao fim ao cabo já são aplicáveis nos dias de hoje, mas simplesmente vão ser mais explorados. À medida que as plataformas vão evoluindo e adicionando um número quase sem fim de novas ferramentas e possibilidades (por vezes até demais), também as tendências se modificam, acompanhando as novidades e mudanças no comportamento do consumidor. Nicole Teeters, strategist na agência de Marketing Digital Wire Stone, enumerou, num artigo da Adweek, 10 tendências que vão marcar o panorama das redes sociais neste ano.

Achei o melhor resumo de todos, pois muitos que li focavam um ou outro destes pontos, mas no fundo esta colega enumera todos os mais importante. Em baixo podem ver um pouco da minha opinião, seguindo o que Nicole também detalhou.

Segue o Charlie na Terra do Nunca em
Facebook | Instagram | Twitter | Pinterest

1 – O foco do, e no Facebook no vídeo

Desde a criação do Facebook Live e o lançamento dos anúncios verticais de vídeo sempre foram sinais da aposta da rede social neste formato. Aliás todas as outras redes seguiram as pisadas do grande Facebook, e todos hoje “vendem” soluções de vídeo. Assim, depois do sucesso que têm apresentado, em termos de popularidade e número de utilizadores, ajudaram a uma nova ascensão do formato a nível online, quando todos já tínhamos parado de falar na cobertura incremental do vídeo nas campanhas. Neste sentido, as marcas devem trabalhar as suas capacidades de vídeo, ou seja, devem preparar-se para um ano em que os consumidores estarão cada vez mais atentos e exigentes aos conteúdos publicados. Como já referido várias vezes aqui, o que os consumidores querem ver online são conteúdos próprios, reais e exclusivos;

tendenciasredessociais_charlienaterradonunca_002

2 – Instagram mantém eficácia para as marcas

O Instagram continuará a ser este ano, a plataforma mais eficaz para as marcas. Isto porque os dados remetem para um engagement, regista-se um nível 10 vezes superior ao do Facebook e 54 vezes maior do que no Twitter. Além disso, o Instagram é a plataforma através da qual é mais provável um utilizador seguir marcas e não apenas os seus amigos. Mas não nos iludamos com estes dados, as marcas têm que criar conteúdos muito relevantes para esta rede social, ou então estamos apenas a lidar com resultados de novidade, e quando surgir uma nova rede social, o Instagram e as marcas que lá andam vão pagar bem caro;

3 – Apogeu e ascensão dos GIFs e emojis como veiculo de comunicação

Hoje em dia as formas e possibilidade que temos de comunicar são infinitas. Acompanhar tudo é quase impossível, e impactar um utilizador online, e fazer com que ele retenha a nossa mensagem, é quase como estar em todo o lado a toda a hora. Mas há uma coisa que conquistou e tem ganho mais fãs a nível mundial, os GIFs e emojis encontrado um lugar especial no coração dos utilizadores. Em 2017, as mensagens personalizadas com este tipo de conteúdos estarão cada vez mais presentes. Posto isto, as marcas devem abraçar a tendência e introduzir estas linguagens também no seu discurso. A titulo de exemplo quem o começou a utilizar nos email’s marketing foi um visionário e ganhou a atenção dos utilizadores.

tendenciasredessociais_charlienaterradonunca_004

4 – Storytelling das redes sociais torna-se mais informal

O storytelling enquanto ferramenta mantém-se como uma das tendências-chave em social media, mas associado a uma comunicação mais informal. Para isso, as marcas podem e devem (espera ainda há quem não o faça?) recorrer a meios como o Snapchat, Instagram Stories (escrevi aqui) e Facebook Live para criar uma ligação mais directa e genuína com o público, ainda que menos polida. Mas claro, voltamos ao mesmo ponto, tem que fazer sentido, e acrescentar algo ao consumidor, pensar muito e definir bem as prioridade e estratégias de comunicação para cada canal. Replicar não é solução.

tendenciasredessociais_charlienaterradonunca_005

5 – A chegada da inteligência artificial às redes sociais

Os bots inteligentes estão a crescer e as conversas que permitem também, mas calma! Não olhemos para bots como call-centers. As redes sociais vão estar cada vez mais dotadas de inteligência artificial para satisfazer a exigência dos utilizadores que não querem esperar por uma resposta, e isso é positivo. Mas temos que tirar o melhor proveito dele para o serviço, mas também para campanhas. Para Nicole Teeters esta tecnologia será utilizada para oferecer melhores experiências aos consumidores através de análise de dados mais robusta;

tendenciasredessociais_charlienaterradonunca_006

6 – Utilizadores têm cada vez mais poder sobre as suas experiências sociais

Por mais que as coisas sejam online, tecnológicas e sociais, a vertente pessoal continua cá e o boca a boca ainda é uma ferramenta muito eficaz. Não se esqueçam que cada vez mais os utilizadores aprendem a utilizar a Internet, as suas ferramentas e como estar nas redes sociais. Ao mesmo tempo, a tendência das redes sociais é dar mais poder aos utilizadores, oferecendo-lhes a possibilidade de escolher o que querem ver e ter acesso. Apenas os conteúdos que estiverem relacionados com os seus interesses e preferências terão um expressão no seu dia a dia;

7 – As plataformas de nicho vão crescer

Ainda se lembram os primeiros passados das redes sociais à 7 ou 8 anos atrás? Pois é, o Facebook e Instagram não são as únicas redes sociais com expressão, apesar de serem as que mais utilizadores concentram. Mas isso hoje em dia vale o que? Volume! As plataformas de nicho, como a Tastebuds (música), Fishbrain (pesca) e Ravelry (tricot e crochet), estão a ganhar relevância entre as comunidades com interesses específicos, e é preciso estar atento a elas, porque conseguimos impactar e atingir pessoas com mais foco;

8 – Partilhas deixam de ser tão públicas

Em 2017, os utilizadores vão deixar, progressivamente (até porque já acontece no dia de hoje), de utilizar os seus murais (ou dos amigos) para partilhar conteúdos, como notícias ou músicas. A tendência passa por partilhar, sim, mas em privado, através das aplicações de mensagens que as próprias redes sociais oferecem.

9 – Realidade virtual e aumentada mais perto

As tecnologias de realidade virtual e realidade aumentada estão a caminho do mainstream, abandonando a posição inalcançável que ocupavam. Também o social media está pronto para acolher este tipo de ferramentas, através de vídeos em 360º, por exemplo, ou então quem sabe, passar rapidamente para o 3D ou 4D digital … diria que já tivemos mais longe;

tendenciasredessociais_charlienaterradonunca_003

10- Em busca do estado zen nas redes sociais

Este ponto, apesar de ser o último, chamou-me muito a atenção. Nicole Teeters considera que a tendência mais surpreendente deste ano consiste na busca por parte dos utilizadores de redes sociais de conteúdos que acalmem o seu dia, e isso é algo que em conversas, debates, confissões na nossa área, é cada vez mais comum de ouvir. Os utilizadores vão procurar simplicidade e calma por oposição às vidas stressantes que levam. Um dos exemplos apresentados é a crescente popularidade de vídeos de “white noise” publicados no YouTube. Tendo em conta esta tendência, a responsável aconselha as marcas a distinguirem-se através de menos experiências mas de alta qualidade, evitando juntar-se ao barulho da Internet.

Fonte 1, 2, 3, 4, 5, 67 e 8
Follow my blog with Bloglovin

Anúncios

One thought on “10 Tendências de Social Media Para 2017

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: