O Que Se Anda a Ver Por Aqui? | Sense8

O Inverno está em alta, e parece que não nos vai largar … (por mim já chega). Mas para os que adoram a manta, o aquecedor, o saco de água quente, as pantufas, e tudo o resto a que temos direito, os dias têm estado óptimos para ficar por casa com este kit. Não sou amante do Inverno, mas quando se pode ficar em casa no quentinho, a ouvir a chuva lá fora, sabe bem.

O tempo é algo que não se compra, e muitas vezes não há suficiente para aquilo que queremos fazer. O inicio do ano é feito de mudanças, desejos, sonhos, novas metas e organizar tudo novamente. É uma nova etapa que começa, ou recomeça. Entre muitas coisas que quero fazer este ano, há uma em particular que quero continuar, mas melhorar o meu foco. Quero continuar a ver mais séries, e dedicar mais tempo a essa temática aqui no blog.

Tenho muitas em atraso, outras na calha para ver, e outras que não consigo esperar e estão em dia. Mas o pior deste vicio, é que o número delas não pára de aumentar. Contudo este tempo é o ideal para ficar em casa, e fazer uma das coisas que mais gosto … ver uma série de enfiada sem interrupções. Se for algo do meu agrado melhor! Fico colado, e nem apetece ir dormir de noite.

Netflix :: Sense8

Uma das séries que tenho em dia, é o Sense8. Tinha visto a primeira temporada, mas faltava-me o episódio especial de Natal. E que episódio! Mas já lá vamos …

Para quem não vê, Sense8 é uma série norte americana de ficção, criada pelos irmãos Andy e Lana Wachowski, os mesmos da saga Matrix. A primeira temporada conta com 12 episódios e foi produzida e lançada pela Netflix a 5 de Junho de 2015 (já falei do serviço logo no arranque dele aqui).

Se esta série não está na vossa lista, recomendo vivamente que a coloquem. Sense8 conta a história de oito estranhos (aparentemente): Will Gorski, Riley Blue, Capheus “Van Damme”, Sun Bak, Lito Rodriguez, Kala Dandekar, Wolfgang Bogdanow e Nomi Marks. Mas uma das coisas mais bonitas e interessantes da série é que cada um destes personagens é de um país diferente e de uma cultura distinta.

Começando do início …

Retomando ao primeiro episódio, as 8 personagens têm uma visão violenta da morte de uma mulher, a Angélica. Depois disto, a história começa a desenrolar, e descobrem que estão ligados entre eles mentalmente e emocionalmente, sendo capazes de comunicar, sentir e adquirir o conhecimento, linguagem e habilidades uns dos outro. Parece estranho, e até entender como isto tudo funciona, demora um pouco.

A este “dom” é dado o nome de Sense8. Admito que ao inicio não entrei logo no ritmo da série, talvez pelo hype e boas críticas que tinha ouvido e lido. Na primeira temporada, cada episódio reflecte muito os pontos de vista dos personagens que interagem uns com os outros enquanto aprofundam as suas origens, as suas diferenças e as experiências. Em suma, é um pouco explicativa de como tudo se vai desenrolar.

Se sentirem alguma resistência, é normal. Como disse, e volto a referir, principalmente os dois primeiros episódios são bastante densos e confusos. Ainda  assim, não resisti e vi a série completa numa semana.

sense8-charlienaterradonunca_002

E agora?

Estava em falta apenas com episódio especial, de duas horas que foi lançado a 23 de Dezembro. E posso dizer-vos, se havia dúvidas da série, cheira-me que agora vai ser muito melhor. O argumento é brutal e dá pano para mangas. A qualidade da série é muito boa, e ver todo o argumento a viver num ambiente mundial dá um refresh à série que não vemos noutras.

Vão-se aperceber, ao ver a série que os 8 personagens nasceram todos no dia 8 de Agosto, e na mesma data em 2016, aproveitaram, para colocar o vídeo nas redes socias, com o elenco completo a anunciar que a série da Netflix ia ter segunda temporada prevista para Maio de 2017, depois de se terem despedido da primeira temporada no já longínquo 2015. O feedback foi muito positivo e o vídeo tornou-se logo num sucesso, até porque é muito caseiro.

Em baixo o trailer da série, e podem seguir uma playlist com a música da série aqui (Spotify). Uma sugestão, para quem ainda não tem plataforma que agregue a sétima arte, podem registar e seguir-me no trakt.tv, onde tenho conta e registo os filmes e séries que vejo (normalmente partilho pelo Twitter). Mas o melhor mesmo (pelo menos para mim que vejo imensas séries), é a app iTV Shows, que tem login com o trakt.tv, e podemos registar em que episódio vamos das séries que seguimos. Experimentem, mas se tiverem outra do género melhor digam.

Segue o Charlie na Terra do Nunca em
Facebook | Instagram | Twitter | Pinterest

Fonte 1, 2 e 3

Follow my blog with Bloglovin

Anúncios

One thought on “O Que Se Anda a Ver Por Aqui? | Sense8

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: